Motocross - Rectangle.tif

Motocrosse - O desporto que exige perfeição

É adrenalina combinada com entusiasmo, o cheiro da gasolina no ar e uma sensação de que algo grande está prestes a acontecer. É exigente, sujo, difícil e cheio de riscos calculados. Os pilotos precisam de usar um tipo especial de informações, tomar decisões num abrir e fechar de olhos, ler o trajeto e saber até que ponto podem "puxar" pelas motos.

A PG Hjortmarker está a reparar a moto do piloto que mantém as esperanças dos suecos no próximo Campeonato Mundial; o seu filho, Eddie. Ele faz parte da equipa CEC S.I. Racing, uma equipa da Letónia que acredita em, e trabalha com, jovens pilotos da Noruega, Suécia, Letónia e dos EUA. Eddie começou a correr quando tinha sete anos e tirou a carta para motociclos de 50 cc. Hoje, tem 20 anos e é um dos grandes nomes deste desporto. 
 
A equipa ajuda jovens pilotos a brilhar no desporto, oferecendo-lhes as melhores condições no início da carreira. "As equipas alemã e holandesa estão atualmente entre as primeiras da classificação, mas a Suécia era um dos grandes nomes deste desporto até há pouco tempo".
 
No meio deste ambiente masculino, encontramos Aleksandra Steinberg, gestora da equipa encarregue das RP, patrocinadores e todos os aspetos práticos como transportes e calendários que permitem à equipa chegar ao topo. "Há sempre muito a fazer: agendar os pilotos, resolver uma variedade de pequenos e grandes problemas, ajudar com as motos durante as corridas", explica. 
 
Depois de cada corrida, a moto é desmontada e cada peça do motor é inspecionada, lavada e limpa. "Desde sempre que usamos papel Tork", afirma PG Hjortmarker. "Durante muito tempo usámos o rolo azul, mas agora estamos a testar o papel branco de camada dupla e é fantástico. É superabsorvente, mesmo o líquido dos travões extremamente pegajoso não representa qualquer problema".
 
"O motocrosse é um desporto muito dispendioso, tal como os desportos que assentam na tecnologia", afirma Aleksandra Steinberg. "Estamos extremamente contentes com o patrocínio da Tork. É uma marca de grandes dimensões e estável que nos apoia e acredita em nós. Estamos gratos pela ajuda e pelo apoio que recebemos. Isso permite-nos continuar a trabalhar com jovens pilotos, ajudando-os a atingir o nível mais elevado".

É super-absorvente, mesmo o líquido dos travões extremamente pegajoso não representa qualquer problema.

PG Hjortmarker

Mecânico na Equipa CEC S.I. Racing